logolaranja.png
..::data e hora::.. 00:00:00
Prefeito Márcio Amaral recebe  dirigentes do RC Alegrete Norte Centro
   

   O RC Alegrete Norte  Centro representado pela presidente, Maria de Fátima Marchezan, Diretor de Imagem, Nilson Gomes e o companheiro Juliano da Silveira, mantiveram audiência com prefeito Márcio Amaral (MDB), e as Secretarias da Saúde, Haracelli Fontoura de Oliveira e de Promoção e Desenvolvimento Soxial, Iara Caferatti  Gonçalves, no dia 19 de março de 2021.  Na oportunidade foi discutida uma série de iniciativas e ações visando maior unificação das   atividades e   campanhas  desenvolvidas, visando prevenção da pandemia do Covid -19. Segundo a presidente do RC Alegrete Norte Centro, Fátima Marchezan, o agravamento da  situação vivida por todos os alegretenses com aumento de perdas de familiares, amigos e pessoas da comunidade, exige esforços de todos na busca de amenizar o gravíssimo problema que está sendo vivenciando. Já superam mais de 110 vidas perdidas, e existe a tendência de aumentar estes números. Precisamos nos unirmos esforços, unificar as ações que vem sendo realizado pelo  Governo Municipal e aumentar a integração e esforços de todos.
   O prefeito Márcio Amaral, discorreu sobre  todos os esforços e ações que vem sendo realizadas para amenizar os impactos. Falou dos investimentos e medidas que, nem sempre entendidas por muitas  pessoas e criticadas por outras.

   Porém tudo que é possível ser efetivado está sendo executado por todas as equipes que estão na frente das ações. As secretárias  municipais, fizeram radiografia de todas as ações efetivadas pelas suas  secretarias e as medidas para diminuir os impactos da pandemia. Disse   conhecer a realidade e os problemas, mas, as equipes estão se superando em várias frentes de trabalho para atender as demandas mais urgentes. De forma criteriosa apresentaram números e atitudes para fazer o enfrentamento a atual realidade.
   Na oportunidade os integrantes do RC Alegrete em nome de todos os  seus  integrantes,  entregaram o prefeito Márcio Amaral um  documento com 15 pontos, como forma de colaboração a atual gestão e os encaminhamentos de combate a Covid -19.

 

Eis, o documento em sua integra: 

Senhor Prefeito Municipal de Alegrete,
Ao cumprimentar Sua senhoria, o RC Alegrete Norte Centro, através de sua Diretoria e integrantes, solidários ao atual momento que todos  vivemos há um ano, e com os objetivos e os princípios que norteiam  de “ Dar de si, sem pensar Si” -  tomamos a liberdade de sugerir meios  para buscar alternativas menos dolosas visando fazer frente ao aumento excessivos causados pela pandemia da COVID -19.
Após ouvir e discutir amplamente questões ora postas, é que tomamos  a liberdade de apresentar e colocar-nos inteira disposição junto as  comissões de trabalho nas mais diversas áreas que, entendemos ser  oportunas formalização como ferramenta de assessoramento do intenso trabalho realizado pela Sua Administração Política- Administrativa.
Alguns pontos fundamentais que, entendemos fundamentais a serem observados e encaminhados de melhor forma para o entendimento da  coletividade.

1-    Informação e transparência em todas as ações do município com Boletins Diários,  nas redes sociais e meios de comunicação, sobre tudo que está sendo feito e o que será feito no próximo dia!

2-     Uma central telefônica de apoio emergencial. Embora  que  já existem  estes  serviços, eles, funcionam  de forma precária e quando quer, portanto, necessitando uma Central com números que seja divulgado diariamente e que tenha alguém preparado e orientado  para dar a melhor orientação com precisão;

3-     Acreditamos  na “Mão Amiga do Exército! Sabedores que já foram efetivados  algumas ações isoladas, entendemos fundamentalmente  a necessidade de um trabalho mais efetivo e  permanente de  parte  do Exército, que  não tem não estão usando devidamente, diante de nossa  visão;

4-     Outra ação pontual e fundamental de ser efetivada pela Secretaria afim, relaciona-se com as questões de  alimentação. Hoje, o Movimento Social – CORONA DO BEM, que atua efetivamente com apoio e distribuição de  centenas de  cestas básicas e com efetivo contato diário  com famílias, Elas clamam por maior atenção e atendimento de seus  anseios  que, deverão ser verificados e certificados pelos  Assistentes Sociais  da Pasta responsável, indo até eles para verificar a veracidade e dar o real apoio necessário.  Em nossa concepção “Precisamos dar condições para que as pessoas fiquem em casa, para que não haja um maior contágio”.

                                  O que observamos e acompanhamos - as pessoas andam perambulando pelas ruas atrás de alimentos (comida), principalmente para seus filhos, na maioria das vezes mais de três crianças. Com ação forte de  parte da Secretaria de Assistência, fará  com que as pessoas não necessitem sair de suas casas todos os dias para pegar uma marmita ou  pedir nos   lugares  públicos;

5-    Defesa civil deve estar em ação nas vacinações, montar um “drive tru” para quem puder e  quiser aproveitar o momento levar um kilo de alimento. Também montar estrutura de logística para apanhar nas residências e  empresas  que  fizerem doações;

6-      Que  as ações do  Exército – através de  suas Cinco (05) OMS, sejam mais operacionais com processo de limpezas ( higienizando e sanitização) diariamente, as principais ruas, gripário, paradas de ônibus, mercados, lotéricas, bancos, praças;

7-       Quanto atendimento no gripário funcionando junto ao IEEOA, que o paciente faço  contato telefônico primeiramente, sendo orientado por especialista para que oriente os primeiros  procedimentos de forma  funcional e objetivo. Assim possibilitará que o paciente informe os sintomas, após este processo, entra de imediato os profissionais da saúde que deverão ir até as pessoas evitando movimentação deslocamentos, se caso paciente esteja contaminado. Caso esteja positivado fica isolado com acompanhamento médico diário, além de tomar a medicação de prevenção prescrita  pelo médico;

8-      Que o Município  em parceria  com os Quarteis  poderia montar barracas no gripário junto ao IEEOA  para que pessoas com sintomas fiquem em observação pelo  período necessário, sem  sair contaminando possíveis  vítimas, com isso aumento  mais os casos positivos;

9-      Estamos sugerindo uma campanha forte de conscientização a valorização a sua vida e a do próximo!

Aos profissionais da saúde que, estão ferrenhamente dedicados na linha de frente, como: médicos, enfermeiros, faxineiros, porteiros, motoristas... Uma campanha de ajuda e motivacional, inclusive com elaboração de informativo de fácil leitura e compreensão de todos;

 10 - Que os fiscais da Prefeitura  Municipal, devem trocar suas pranchetas e talões de multa por álcool gel e máscaras, fiscalizar de uma forma mais branda orientando e ajudando. As pessoas que estão na rua. Porque entendemos que “O momento é de união não de divisão e medida de forças! A união da comunidade e da Administração Publica Municipal  é o melhor e mais rápido caminho para combatermos este vírus de vez!

11 - Devemos destacar que “muitas pessoas positivadas jamais foram contatados pela Secretaria de Saúde, algumas pessoas positivadas saíram sem medicação do gripário, sem condições de comprar e não tinha na Farmácia Municipal, fatos estes documentados, inclusive pelas redes sociais;

12 - A necessidade de  mm melhor suporte na UPA, também faz necessário, do qual sugerimos  que seja alocada uma  tenda na frente para que seja efetivada  uma pré – avaliação. Fatos pessoais  com integrantes  do RC Alegrete  Norte Centro, ocorreu  que,  após três horas de espera até chegar no médico e ele ficar horrorizado, pois poderia ter sido contaminado pelo Vírus, sem tê-lo;

13- Sugere-se que, a Administração Municipal comece já um planejamento de ações  eficazes para alavancar e apoiar a retomada da economia as atividades  comerciais consideradas  não essências que tanto sofreram  estão a  mercê, pois muitos que estão fechando seus negócios vão ser obrigados a ser empregados das grandes redes! Estas que geram algum emprego sim. Mas o lucro e o retorno destes investimentos seja diluído;

14 - Centralizar as campanhas de doações, como por exemplo: O hospital não necessita de oxigênio e sim de medicamentos ou falta alimentação o para o Banco de Alimentos, tornar publico onde esta com carência e necessita priorizar para facilitar a mobilização das entidades e as ações de Governo e Hospital da Irmandade da Santa Casa de Caridade;

15 - Que a política dos repasses via “políticos” seja articuladas os repasses (se for possível), dentro das prioridades e carências de segmentos mais necessitados.

Queremos destacar e enfatizar que “precisamos desta aproximação da administração pública municipal com a comunidade e o comércio”! 

Por isso, queremos que,  o Prefeito Municipal  como condutor maior de todo o processo, tem que abrir mais seu coração e dar ouvidos ao seu povo!

É com este sentimento e espírito coletivo é que estamos enquanto Cidadãos comprometidos  para com nosso Município, a comunidade e na efetiva  busca de soluções para tanta dor, demandas e ações que, estamos propondo tais  ações em  forma de apoio e reconhecimento ao trabalho até aqui realizado, porém, fundamental aprimoramento e maior visibilidade  para que todos possam compartilhar e participar de forma  uma em prol de nossa comunidade.

linha.png