logolaranja.png
..::data e hora::.. 00:00:00

Dia das MÃES...

“O amor de Mãe é o combustível  que capacita um ser humano comum fazer o impossível.”

Para Sempre
Carlos Drummond de Andrade
Por que Deus permite que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite, é tempo sem hora, luz que não apaga
quando sopra o vento e chuva desaba,
veludo escondido na pele enrugada,
água pura, ar puro, puro pensamento.
Morrer acontece com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça, é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo - de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo, baixava uma lei:
Mãe não morre nunca, mãe ficará sempre junto de seu filho
e ele, velho embora, será pequenino feito grão de milho.

 

Ser MÃE, o quanto significa?

Ela tem a capacidade de ouvir o silêncio. Adivinhar sentimentos. Encontrar a palavra certa nos momentos incertos. Nos fortalecer quando tudo ao nosso redor parece ruir. Sabedoria emprestada dos deuses para nos proteger e amparar.
Sua existência é em si um ato de amor. Gerar, cuidar, nutrir. Amar, amar, amar... Amar com um amor incondicional que nada espera em troca. Afeto desmedido e incontido, Mãe é um ser infinito.
Portanto, expressar a palavra MÃE – apenas três letras, porém expressa o maior sentimento da Vida, do Amor e da consagração da vida humana. Todos nós, nascemos do amor de uma MÃE.
Temos as Mães biológicas, as  Mães  adotivas, as Mães que nos aconselham, as Mães que nos dão amor e carinho naqueles  momentos  mais difíceis e escuros de nossas Vidas...
Sempre temos  este amor triunfal para nos agasalhar em qualquer  situação de nossas vidas. Elas são o verdadeiro porto-seguro, o amor infinito, aquele que nos aquece e ilumina em épocas  de tempos frios  de nossas vidas. É a MÃE que, tem a palavra, o conselho e a empatia em todos os momentos... Ela nem sempre  é a rainha ou mestra, mas, sempre é a certeza do que tudo supera , independentemente da dor que sentira para salvar um filho. Ela é capaz de dar sua própria Vida em amor à um filho. E, quantas vezes negamos este amor? Quantas vezes não percebemos  os sacrifícios dela?  E quanta vezes não somos gratos  a tanto sentimentos e amor sentido por uma MÃE que,  jamais expressa  ou cobra de um filho a tamanha dedicação, dores e amor sentidas DELA por um filho? Somente a Mãe, sabes dedicar à um filho este infinito sentimento de amar verdadeiramente!
Esta reflexão é uma  homenagem à todas as  Marias, as Antonias, as Joanas, as Fátimas, as Carolinas, as Suzanas,  as Santas, ... e as verdadeiras mártires da vida, do amor  que, muitas vezes   estão segurando nossas  mãos   com afeto e muito amor, sem  que percebemos que, ali está aquele Anjo Gente   que ama incondicionalmente com devoção e muita dedicação ao filho que gerou em momento de amor a Vida!
A todas as Mães brancas, negras, de todas as posições sociais e idades e segmentos nossa  Homenagem e gratidão pelo valor, grandiosidade e amor de  gerar Vidas!

 


 

ExpressoMinuanoEdição1061mães1.jpg
Mães que produzem alimentos

Queremos homenagear todas as Mães que, no seu dia-a-dia fazem dos seus labores do lar,  verdadeiras peregrinações  em integrar e unir  o papel de MÃE,  dedicando –se  também  em produzir  alimentos.
  Para isso  buscamos  enaltecer  algumas  mulheres – Mães  que,  além de  suas árduas tarefas de Ser Mãe em   atender  todas   as  atividades de seus lares, são responsáveis pela produção de alimentos junto ao campo. Elas transformam as riquezas da terra do campo em  alimentos  para milhares de pessoas. 
Mães que produzem alimentos e são responsáveis pelas  principais riquezas da mesa de todos. São as Mães produtoras rurais que, enobrecem  com trabalho e produção de alimentos.
Queremos destacar algumas destas Mulheres/ Mães que, fazem a diferença, todos os dias como produtoras rurais.
 

ExpressoMinuanoEdição1061mães12.jpg
linha.png