logolaranja.png
..::data e hora::.. 00:00:00

A mentira tem a perna curta.  A verdade sempre vencerá!

 

   A notícia de que “RIO GRANDE DO SUL Rio Grande do Sul  - Prefeitura de Alegrete vacina veterinários e educadores físicos contra a Covid-19; MP pede esclarecimentos.
  Categorias são consideradas profissionais de saúde, e prefeitura garante que toda a linha de frente contra a Covid-19 e idosos moradores de instituições de longa permanência já receberam as primeiras doses. Vacinação de idosos fora dos asilos ainda não iniciou na cidade.
Por Janaína Lopes e Fabiana Lemos, G1 RS e RBS TV  - 08/02/2021 

Dia 10 de Fevereiro de 2021.
   Após não encontrar irregularidades, MP arquiva procedimento sobre ordem de vacinação em Alegrete
Órgão havia instaurado notícia de fato para averiguar a ordem de vacinação contra a Covid-19 na cidade, que iniciou a imunização de profissionais como veterinários e educadores físicos antes da população idosa fora de asilos. Município firmou termo de acordo se comprometendo a seguir planos nacionais e estadual.
Por G1 RS
   O Ministério Público do RS arquivou, na terça-feira (9), uma notícia de fato aberta após publicação de reportagem de G1 sobre a ordem de vacinação contra a Covid-19 em Alegrete, na Fronteira do RS. 
O município iniciou a imunização de veterinários e educadores físicos, que estão no grupo de profissionais de saúde, antes da aplicação em idosos fora de asilos.
   Segundo o órgão, não foi encontrada irregularidade no processo de vacinação da cidade.
“Como se observa (...) o Município de Alegrete/RS está seguindo a ordem e os critérios de imunização dos grupos estabelecidos como prioritários da campanha de vacinação, em consonância com os Planos Nacional e Estadual e imunização contra o COVID-19. 
   Desde já, é importante destacar que este órgão ministerial não desconhece que existem especialistas que defendem a vacinação prioritária com base, exclusivamente, no critério do nível de vulnerabilidade, só que, pelos princípios orientadores do Plano Estadual de Vacinação vigente, este critério baseado no nível de vulnerabilidade não foi a única orientação para estabelecimento das pessoas que comporiam os grupos prioritários e seus subgrupos”, reconhece o MP.
   O órgão realizou uma audiência, na segunda (8), em que firmou com o município e a Defensoria Pública, um termo de acordo em que a Secretaria de Saúde se compromete a seguir os Planos Nacionais e Estaduais de Imunização.
No mesmo dia, o município havia revisado o seu próprio plano e iniciado a vacinação de idosos, juntamente com profissionais de setores administrativos de serviços de saúde.
   O Ministério Público reconheceu que o município seguiu a ordem prevista pelo estado para priorização de vacinação, que determina 12 subgrupos dentro da categoria “profissionais de saúde”. Veterinários e educadores físicos constam no 12ª subgrupo, “demais profissionais de saúde”.
Segundo a secretaria, estes profissionais só começaram a ser vacinados depois de concluída a imunização dos profissionais de linha de frente no combate à Covid-19, que estão em primeiro lugar na lista de prioridades do estado.
Além disso, todos os residentes de instituições de longa permanência para idosos também já haviam sido vacinados, com as primeiras remessas.
Ambas as notícias tem como autores o mesmo Veículo de Comunicação – G1 e RBS/TV.
 

A honra e a Dignidade das pessoas precisa ser respeitada. 

Os  alegretenses não podem serem reféns

de interesses pessoais ou políticos.

 

  Depois de vincular notícias “ardilosas” sobre o Município, sobre  o trabalho sério, dedicado e  transparente  exercidos pelos atuais gestores  que são pessoas  sérias e probas, numa tentativa de “vingança  política”, de   algumas  “figuras  do meio  político”  que não tiveram e não tem a capacidade  intelectual, mental e  equilíbrio, portanto  perderam o processo  eleitoral de forma vergonhosa,  por que  entenderam  que  as pessoas não   pensam e são “burras e analfabetas”. 
E para buscarem notabilidade  de  seriedade,  competência  e trabalho,  estão tentando encontrarem “cifre em cabeça de  cavalos” .  Tentaram  sim criar  uma “crise institucional de  governo”, porém, enganam-se que todos “são analfabetos políticos e o usam da má fé para proveitos políticos e pessoais”.
Temos absolutamente fé em Deus e  força pra sempre poder mostrar a verdade dos fatos, porque, “a mentira tem as pernas curtas e a verdade sempre triunfará em todos os campos e atos do ser humano”.
  O Movimento  MDB Sempre, movimento  histórico partidário, acreditou, apoiou tendo  papel de protagonistas na  eleição dos MDBistas Márcio Amaral e Jesse Trindade Santos, com chapa pura, sem negociatas ou acordos de cargos e favores, demonstrando força, credibilidade, honradez e visão como gestores da coisa pública. 
  Este movimento integrado por lideranças e profissionais que, não precisam de cargos ou favores, porque, são éticos, honrados e de grande representação social e de valores.
E, quando não identificarmos  que  as  práticas  dos princípios éticos, morais e de governabilidade com transparência e seriedade não estiverem sendo exercida em plenitude e  consonância dos ditames da  Lei , seremos os primeiros tomar os caminhos da Justiça para responsabilizar quem os praticou os erros e  não honrou o voto de confiança dos eleitores  que, somaram 16.048 nas urnas no dia 15 de novembro de 2020.
  Mas,  queremos que “os julgadores e celebridades  da verdade”, também, sejam punidos na forma e ditames da Lei.
O que foi dito nas redes  sociais por “figuras carimbadas” precisam  ser responsabilizados, porque, os alegretenses de bem, sérios e dignos de sua Cidade, jamais compartilham com “canalhices e malfeitores “ da honra e dignidade de quem está trabalhando com seriedade e honradez. 
  E és uma obrigação de todo  funcionário ou  quem exerce a função publica, afinal, são remunerados com dinheiros dos  contribuintes e precisam honrá-los.
Que a Justiça sempre seja feita em nome da Verdade e Honradez das pessoas.
MOVIMENTO MDB Sempre/RS.
Alegrete, 10 de fevereiro de 2020.

 

 

linha.png